Quando o Inter tornou-se uma amontoado?

01/10/2015 10:23

 Copa do Brasil virou passado...

 

 

 

    Depois de muito tempo estou de volta. E volto em um momento que não gostaria: aos 42 minutos do primeiro tempo e estamos perdendo por 2x0 pro Palmeiras, no Allianz Park.

    Pois é meus amigos, o que me fez escrever este texto foi a questão que lhe dá título: Quando o Inter tornou-se um amontoado?

    A escalação conta com três volantes – Nilton, Rodrigo Dourado e Anderson, sim, pra mim, o Anderson é volante – e mesmo assim, além do nosso meio-de-campo inexistir, a posse de bola é toda do Palmeiras.

    É uma vergonha perceber que qualquer time do mundo – da Tombense até o Barcelona – deita e rola sobre o time do Inter. Time não, amontoado.     Porque amontoado? Vou tentar responder com a estatística do primeiro tempo que, a pouco, acabou: chutes a gol =1. Lance de gol =1. Assim fica difícil, né?

    Mas, vamos a formação tática: voltamos ao velho esquema “bumba meu boi”. Se alguns anos atrás, a tática resumia-se a “Dá balão pra frente que o Nilmar resolve”, hoje nem isso temos. Lá na frente, temos um esforçado, nada além disso, Valdívia que corre, corre, corre e só. Uma pena não termos vendido este jogador antes. Junto, ou pelo menos deveria, de Valdívia temos – morrendo de fome por não ser alimentado – Lisandro Lopes. Como já disse, não tem culpa por não fazer nada, uma vez que depende da assistência vinda do meio-de-campo.

    Nosso meio-de-campo? Bem, este é um caso a parte, um caso pra medicina estudar: não dá combate, não tem posse de bola, não preenche espaços.     Em resumo: não existe.

    Por onde anda o futebol de Alex? O que há com Anderson que até agora não mostrou o futebol que dizem possuir? Nilton? Bem, não dá pra exigir muito. E nesse saara, vemos sucumbir Rodrigo Dourado, outrora de futebol vistoso.

    A nossa defesa é outro caso: na noite de hoje, Alisson, william, paulão, rever e alex. Alisson, coitado, não tem culpa da zaga que tem; William, deixou seu futebol em algum lugar daquele jogo de volta contra o Tigres: nunca mais foi o mesmo; Paulão e Rever, bem....dão calafrios. E sobre o Alex, a pergunta foi feita anteriormente.

    Amigos e amigas, não me digam que a culpa é do Argel. Se bem que já deu pra notar que ele tá bem perdido. Mas, no quesito frase feita ele é craque.

    Uma pena, sigo muito triste com nosso time, e deixo pra vocês a pergunta que dá título ao artigo:

    Quando o Inter tornou-se um amontoado?

 

Ulisses B. dos Santos

@prof_colorado