o Inicio de 2015...

20/01/2015 23:47

 

 Aguirre...

2015 começou. E, pelo visto, bem...

    Pois bem meus amigos, depois de duas semanas sem escrever, retomo esta que prometo ser uma prática constante. Se escrever para um blog, exige compromisso e certo regramento, imagine faze-lo para três. A exigência só não é maior porque dois destes espaços são meus. Além deste espaço no “Interação Colorada”, escrevo ainda nos blogs “Memória de Roqueiro”, sobre rock e seus derivados e “Textos Para o Mundo”, em que dou pitaco nos mais diversos assuntos.

    Mas, como o assunto aqui é futebol e, mais precisamente o Internacional e seus detalhes culturais, vamos a ele.

    Depois de um início tumultuado, dispensa do atual treinador e de outros nomes diretamente, sem ter um contratado ou em vista, a direção trouxe um treinador com certa identificação histórica com o clube: Diego Aguirre.

    Diego foi centroavante no final dos anos 80 e dos bons. Dedicado, incomodava e muito as zagas adversárias. Sua identificação com o Inter foi automática. Eu gostava muito de vê-lo jogar, tanto que senti muito mesmo quando fomos eliminados, na libertadores 2011, pelo seu Peñarol. Depois daquela eliminação, uma das tantas na conta dos famosos “apagões” do time nos inícios de jogos, decidi torcer pelo time dele até a final daquela edição do torneio.

    Quando Diego Aguirre foi anunciado como nosso novo treinador, torci e sigo torcendo para ele tivesse além de sorte, competência. Sorte, de receber um grupo de jogadores presente com atletas comprometidos e que fosse reforçado pela direção do clube. Competência de criar, a partir deste grupo de jogadores, um time vencedor. Diego, podes ter certeza que mentalidade vencedora este grupo tem.

    A Direção, até agora 20/01, já trouxe Léo, Rever, Nilton e Vitinho. Como se vê, vieram poucos jogadores, porém todos de qualidade acima de qualquer suspeita.

   O que mais impressiona é que não se falou tanto dos êxitos nas contratações quanto do fracasso na contratação do uruguaio Arrascaeta. Ora, meus caros, eu mesmo comentei no twitter (@prof_colorado), em determinado momento: “Esse cara deve ser um novo Messi ou Cristiano Ronaldo.” Estava fazendo-se um leilão por um jogador pouco ou nada conhecido. Talvez aqueles craques de dvd. Se o Inter acertou ao retirar-se da negociação, só o tempo dirá.

    Mas, como o assunto aqui é o Inter e o time a ser formado por Diego Aguirre, preciso dizer que sinto um clima favorável no cotidiano do clube.

    Diego Aguirre e Equipe: Que vocês sejam iluminados em suas escolhas e que mantenham este clube no caminho das conquistas.

 

Ulisses B. dos Santos (@prof_colorado)

Comente esta matéria aqui:

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário