Olhar em 2018...

21/11/2017 17:12

 Erro ZERO Meu Presidente...

 

    O Internacional ainda tem pela frente o ultimo capitulo para escrever neste ano fatidico. Resta em casa, o ultimo duelo, talvez até saia com a taça, mas creio não ser obcessão. Para mim, o ideal é vencer e acabar dignamente.

    Diferentemente de muitos, penso que o quadro de 2017, não foi pintado com contornos negros como muitos andam dizendo por ai. Para o que foi proposto lá no inicio do ano, o clube passou no teste, tanto que faltando duas rodadas já estava com a vaga na mão, poderia ter consignado antes se os dirigentes tivessem efetuado a troca do comando técnico.

    Alguns movimentos dão conta que o olhar já está em 2018. Fala-se numa nova reformulação, no qual partilho, mas tenho os pés fincados no chão, não faço parte daqueles que acham que em breve, desembarcarão aqui craques consagrados e, em 6 meses teremos um timaço, capaz de ganhar todas as competições em disputa. Entendo que nesta reconstrução, vamos precisar de profissionais de carater, que comprem a bronca, que ponham o clube acima de tudo, e que queiram vencer. Nossa diretoria precisa traçar este perfil para contratar daqui pra frente, não da pra pensar somente em nomes e curriculos vastos, e isto pra mim, vale para qualquer profissional que vier a vestir nossas cores. Chega de gastar por gastar, chega de pensamento mágico.

    Não quero dizer com isto que se afastem nomes consagrados e capacitados, é preciso saber se estes nomes, ainda querem alguma coisa, se querem vencer, ou se querem apenas ganhar dinheiro, obviamente que, se conseguirem profissionais experientes, capacitados e com vontade de vencer, a chance de erro será menor, mas é preciso ter acima de tudo um norte, não em cima de nomes, mas de um perfil ambicioso, não podemos tentar A e se não der, ir lá no Z, isto é que leva os clubes ao insucesso.

    Entendo que, a margem para erro em 2018 tem que ser ZERO, tanto para treinador quanto jogadores. Ah, mas isto é dificil! Sim, é, mas temos problemas em demasia, tanto com jogadores, quanto com treinadores, certo que entraremos 2018 pagando jogadores que não atuarão, e treinadores que ainda estarão no sofá nos vendo jogar, então, não há espaço, nem margem para erros.

    Creio que devemos aguardar a efetivação de qualquer negócio para depois sim avaliar, antes não! Estamos em uma epoca de muitas especulações, e muitas ainda virão, afinal, vamos precisar de muita coisa para que 2018 seja bom. Fico analisando, e vejo que muitas das coisas que são veiculadas não batem, há muita contradição as vezes, mesmo que seja a primeira vez que Medeiros dirige o clube, não da pra crer em algumas coisas que ouvimos e lemos por ai, seria muito amadorismo para alguém que tem uma familia com grandes serviços prestados ao clube, que respira futebol desde jovem, por isto, prefiro aguardar pra ver, creio que é o melhor a ser feito neste momento.

    Fico então na torcida, e que tudo possa ser feito da melhor maneira possível sempre observando um norte, um perfil obsecado por conquistas, pois só assim a chance de erro será menor, queremos ERRO ZERO Presidente Marcelo Medeiros!