Outro grenal Inesquecível...

02/03/2015 16:38

 greNAL...

 

    Este texto não refere-se ao GreNal de ontem, o já histórico GreNal da torcida mista. Vou comentar com vocês sobre um clássico que, pra mim pelo menos, foi inesquecível.

    Quando comento que é “Outro” é porque já enumerei um GreNal destas características. Procurem no blog “interação-colorada” e perceberão porque aquele clássico foi inesquecível.

    Desta feita, estamos no ano de 1997. Ok, eu sei, muitos que estão lendo sequer eram nascidos. A Internet mesmo só existia no âmbito acadêmico, celular era algo caríssima e nem cogitava-se coisa do tipo Wi-fi ou TV de LED ou HD.

    Pois bem, na semana do clássico que definiria o Gauchão daquele ano, poucos dias antes, o principal jogador do Inter – Fabiano, o “Hu-Fabiano”, aquele mesmo que destruiu com eles no famoso “5 a 2”, cai durante um treinamento e é retirado com uma bolsa de gelo sobre o joelho e a frase definitiva do médico do clube: “Fabiano está fora do clássico.”

    Esta notícia foi comemorada com um gol no último lance do jogo: com alegria pelos tricolores e com pesar por nós.

    Todas as profissões, pelo menos aquelas de formação acadêmica e técnica, tem seus períodos de estágio. Porque fiz esse comentário? Porque o meu estágio ocorria à noite e, numa destas noites de aula, ocorreria a final daquela edição.

    E porque foi inesquecível? Por que não pude nem ver, nem ouvir o jogo. Lembro que na minha aula, tinha 9 alunos, o professor da Universidade e a professora da escola, ou seja, das 12 pessoas presentes, 3 eram professores. No momento em que cheguei à sala dos professores, encontrei o professor da Universidade e ele “Atrasado, Sr. Ulisses.”, “Por mim, eu nem estaria aqui.”, “Porque?”, “Por que tem GreNal agora e final do campeonato. Mas, já que eu tô aqui, vamos lá.”

    Em meio a aula, eu já havia esquecido do jogo, por incrível que pareça, ouviu-se rojões perto da escola e, em seguida, um aluno pediu para ir ao banheiro. Poucos minutos depois, ele retorna, passa por mim, senta no seu lugar, vira prá trás e comenta com o colega: “1 a 0, gol do Fabiano.” Nem lembro como terminou a aula, só sei que fiquei aliviado ao ouvir o resultado.

    Este foi um dos meus clássicos inesquecíveis.

 

Ulisses B. dos Santos

@prof_colorado