Primeiro Revés de 2018...

19/03/2018 16:27

    

    

    O Internacional em 7 dias conseguiu perder dois greNAIS, e pior, levou 5 gols e marcou apenas 1. Vejamos, nosso departamento de futebol empilhou jogadores de ataque do final de 2017 até aqui, temos Damião, Potker, Nico Lopez, Wellington Silva, Roger, Marcinho, Rossi, Brenner, e mesmo assim marcamos apenas um gol, e este, foi de um volante no 1° clássico, ontem, foram 90 minutos sem balançar as redes.     Obviamente que Potker e Damião fazem falta, mas é justamente por isto que resolvi iniciar por este assunto, não adianta QUANTIDADE, é necessário QUALIDADE. Ao Inter, falta qualidade em quase todos os setores, mas para frente, creio que seja o setor com mais quantidade e menos qualidade, vejam, se os titulares (que não são craques)  não jogam por um ou outro, mesmo com um bom numero de opções de banco, nada se consegue.

    Todos nós colorados, sabemos das dificuldades, de como esta gestão herdou o clube, porém penso que ao invés de pegar 10 jogadores livres no mercado, pagando salários, que se encontre 4 que não estejam livres e que venham para resolver. Chega de economizar não economizando, o S.C.Internacional é um gigante, não somos esta porcaria que vimos nos ultimos dos clássicos, tanto não que se olharmos para tras, fazia 11 anos que eles não nos ganhavam duas seguidas, temos 154 vitórias contra 130 deles, é hora dos nossos dirigentes deixarem o franciscanismo de lado e partir para qualificação do grupo, quem não estiver correspondendo, emprestem, doem, mas é preciso qualificar para o brasileiro, é preciso contratar jogadores de capacidade comprovada e homens acima de tudo, chega de jogador bunda mole, que aceita resultado, que se acovarda diante da situação adversa, e se este sentimento vem de fora para dentro, que se façam as mudanças necessárias. 

    Depois desta quarta-feira, haverá tempo para reavaliar tudo, não é hora de poupar ATITUDE, esta será a hora dos dirigentes mostrarem que conhecem futebol, e se tiver alguém que não tenha esta condição, que saia ou que seja saído pelo presidente do clube.

    No horizonte, urge uma mudança na extrutura do departamento de futebol colorado, está passando da hora de econtrarmos um gerente de futebol remunerado que tenha bom transito entre diretoria e atletas, Jorge Macedo não parece ser esta figura, aliás, nunca me pareceu, não entendo porque parmanece. Roberto Melo também precisa ter seu trabalho avaliado. Demitir Odair será mais do mesmo, a menos que o Inter traga um treinador que chegue e coloque a casa em ordem no primeiro dia, não sei onde encontrar este profissional. Muito se fala em Abel Braga, mas este já deu mostra de que não quer mais trabalhar por aqui. Sinceramente eu ainda daria um crédito ao Odair, mas para tal, será preciso agregar qualidade. 

    Tem outra coisa que os dirigentes precisam resolver, o clube precisará de aporte financeiro, a venda de jogadores é a unica saída na cabeça destes caras, atualmente, temos em Potker uma venda possível, se ele se for, muitos dos nossos jogos no brasileiro serão iguais aos greNAIS.         Será que é isto que um clube tamanho do Inter tem que viver novamente?

    Depois de quarta, cabeça fria e atitude, é isto que eles vão precisar ter, vamos aguardar, e que Deus nos proteja, chega de sofrimento, não merecemos apesar de tudo e de toda incompetencia instalada a alguns anos no Beira Rio, nós não merecemos.

 

Vilmar Silva